Carro consignado: quais são os benefícios desse modelo de venda.

A venda por consignação é uma prática muito conhecida entre as revendedoras de veículos. Além disso, esse modelo de venda proporciona maior segurança para a pessoa física, proprietária do veículo, e para a loja que está almejando revender o carro. 

Criamos este artigo para explicar melhor como funciona esse processo de venda, quais as vantagens e desvantagens para a revendedora e para o proprietário do automóvel. Confira!

O que são carros consignados? 

A consignação de veículos é muito comum no processo de vendas. Isso acontece quando o proprietário coloca o veículo à venda por intermédio de uma revendedora de carros, mas sem a necessidade de transferir o veículo. Em resumo, a operação funciona da seguinte forma: o consignante (proprietário) deixa o veículo com o consignatário (revendedora) para efetivar a venda.  

Em alguns casos, o veículo consignado fica em exposição no estoque da loja e é por esse motivo que o contrato entre as partes é importante, a fim de evitar problemas. É neste contrato que se estipula o prazo para a venda do veículo e, caso a venda não seja realizada, o carro é devolvido ao proprietário. 

Para quem adquirir um carro dessa forma, pode ser uma ótima oportunidade. Isso porque os preços costumam ser mais atrativos.

Como lucrar com carros consignados? 

Para as lojas, esse modelo de venda pode ser muito benéfico, já que para ampliar as opções de estoque não será necessário desembolsar de um valor rápido para comprar novos veículos no exato momento. Além disso, a comissão sobre a venda do automóvel pode variar, mas é possível lucrar mais através da oferta de outros serviços, como financiamentos e contratação de seguros.  

Existem situações em que antes mesmo da venda acontecer, o proprietário do veículo e a revendedora definem o valor final para a venda, e qualquer valor acima deste será a remuneração do vendedor. Por isso, é importante trabalhar com boas estratégias para sair na frente.

Contrato para a carros consignados 

Para este modelo de venda, é fundamental que haja um documento, por escrito, oficializando ou firmando as obrigações entre as partes. Isso serve para evitar que as partes sofram com transtornos no futuro. 

Consignante

Em contrato o consignante deve descrever todos os dados do carro, como: marca, placa, ano, modelo e cor. Além de citar os acessórios e equipamentos, o proprietário deve dizer qual o estado do veículo e a quilometragem feita por ele. 

Consignatário

O consignatário tem por obrigação cuidar do veículo e repassar o valor da venda ao consignante. Caso isso não aconteça, o carro deve ser devolvido ao proprietário. 

Acordo entre as partes

Para evitar qualquer tipo de mal entendido, é importante estipular um prazo para a venda do automóvel e deixar isso registrado em contrato, juntamente com o valor da venda e o percentual de comissão da revendedora. 

Vantagens de trabalhar com carros consignados

Sem dúvida uma das principais vantagens de trabalhar com esse sistema de vendas é a garantia de que, se caso, não vender o veículo não terá prejuízos, já que será devolvido ao seu proprietário, sem que fique nenhuma dívida. Além disso, com um bom contrato de consignação é possível realizar transações rápidas, o que é bom para ambas as partes.  

Agora que você sabe mais sobre esse modelo de vendas, pode incluir mais essa opção para fazer negócios na sua revendedora de carros!

Gostou deste artigo? Acompanhe nosso blog e redes sociais, toda semana tem dicas de como melhorar a gestão da sua loja de veículos.

E lembre-se: o Autoconf é o melhor sistema de gestão para controle de veículos consignados que entram em seu estoque e muito mais!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Talvez você goste tambem

AUMENTE AGORA A PERFORMANCE DE VENDAS DA SUA LOJA DE CARROS!

Cadastre-se e receba mais informações sobre o sistema que vai revolucionar o seu gerenciamento de vendas.